Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LER

Livros. Notícias. Rumores. Apontamentos.

A China tem tudo guardado: os livros antigos do Ocidente que escaparam à Revolução Cultural

A China abre as suas arcas — e expõe, em Beijing a partir de 1 de Agosto, uma primeira seleção dos seus arquivos de livros raros e antigos do Ocidente. Calcula-se que a Biblioteca Nacional tenha cerca de 50.000 livros antigos (anteriores a 1850), na maior parte das línguas ocidentais. É a primeira vez que uma exposição desta natureza oferece um catálogo tão extenso; julga-se que durante a Revolução Cultural (1966-1969) tenham sido destruídos milhares de exemplares. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.