Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LER

Livros. Notícias. Rumores. Apontamentos.

Leituras de Alberto Maguel

Neste caso, de Alfred & Emily, de Doris Lessing. O texto começa assim: «La teología no admite la modificación del pasado, sola imposibilidad del Todopoderoso. La literatura, en cambio, más generosa, no sólo la permite sino que la alienta, hasta el punto de confundirse con los hechos sucedidos. Hoy no sabemos si Herodoto es el padre de la historia, como quería Cicerón, o de las mentiras, como lo apoda Plutarco. Aprovechando esta libertad literaria, hay escritores que no han querido resignarse a sus biografías y que, por el contrario, han decidido contarlas de otra manera, no atestiguada por documentos oficiales.»

Shakespeare overall

 

Porque é que, mais tarde ou mais cedo, todos gostam de escrever sobre Shakespeare? Na The New Republic, Martha C. Nussbaum comenta três livros recentes: Shakespeare the Thinker, de A.D. Nuttall (Yale University Press), Shakespeare's Philosophy: Discovering the Meaning Behind the Plays, de Colin McGinn (Harper Perennial) e Double Vision: Moral Philosophy and Shakespearean Drama, de Tzachi Zamir (Princeton University Press).

Hábitos de leitura

«A maior parte dos inquiridos, 79 por cento, reconhece a utilidade da leitura, enquanto menos da metade, 44 por cento, afirma ter hábitos de leitura. O gosto de ler está presente em 58 por cento da amostra e 61 por cento vê a leitura como um prazer. No que toca às capacidades de leitura, 63 por cento dos inquiridos avaliam-nas como sendo boas ou mesmo muito boas.» No Público, notícia completa.

Seria conveniente comparar este estudo com o da APEL referente a dados de 2005, onde se lê, a abrir, que «91,35% costuma ler livros, havendo 8,65% de respostas negativas»

Zimler a escrever novo romance...

Enquanto vê Guardian of the Dawn (versão portuguesa, Goa ou o Guardião da Aurora, publicada pela Gótica e Círculo de Leitores) ser editado este mês na Índia, Richard Zimler continua a escrever o seu novo romance sobre o gueto de Varsóvia. O livro ainda não tem título, mas o escritor adianta no seu site que será publicado entre Fevereiro e Março de 2009, durante a Jewish Book Week.