Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LER

Livros. Notícias. Rumores. Apontamentos.

Valter Hugo Mãe: «Sinto-me absolutamente decapitado pela minha editora»

«Tornou-se insuportável a situação da Objectiva, editora que chancela todos os meus livros disponíveis. A ausência dos livros no mercado, durante quase seis meses, e a opção por uma nova distribuidora que é especialista em revistas e absolutamente despreparada para a realidade livreira, está a deixar-me no limite», escreve Valter Hugo Mãe na sua página oficial no Facebook. «Não suporto mais as infinitas perguntas acerca de como se podem conseguir livros meus, quando estes deveriam estar disponíveis em todo o lado, pelo interesse dos livreiros e pela procura generosa que têm merecido dos leitores ao longo dos anos. Sinto-me absolutamente decapitado pela minha editora e não poderei tolerar mais esta situação.»

Obra Completa de Clarice Lispector na Relógio d'Água

 
A Relógio d'Água acaba de adquirir «os direitos para a edição, até 2018, de toda a obra de Clarice Lispector». Para além da reedição de vários títulos, já este ano serão lançados os romances Água Viva, O Lustre, Para não Esquecer e Um Sopro de Vida, assim como textos infanto-juvenis (A Mulher Que Matou os Peixes e A Vida Íntima de Laura, reunidos num só volume, e O Mistério do Coelho Pensante, Quase de Verdade e Como Nasceram as Estrelas). «De todo inesperados são os álbuns», acrescenta a editora, «que, sob pseudónimo, Clarice Lispector divulgou com conselhos dedicados às mulheres e que foram organizados pela professora Aparecida Nunes. É o caso de Correio Feminino e Só para Mulheres — Conselhos, Receitas e Segredos, em que é visível o estilo da autora e o seu interesse pela elegância feminina através de inúmeras sugestões práticas. Nestes textos, inicialmente publicados na imprensa a partir de 1940, Clarice aborda temas como a maternidade e a educação dos filhos, os tratamentos de beleza, o veneno para ratos, a escolha dos perfumes e os dilemas morais, passando do trivial ao transcendental com desconcertante à-vontade.»

Tinta-da-china entra no mercado brasileiro

«O primeiro livro sai em março. É uma seleção de crônicas de Ricardo Araújo Pereira, um dos grandes fenômenos do humor português, convidado do festival Risadaria deste ano, em São Paulo. Em seguida, é a vez do romance O retorno, de Dulce Maria Cardoso, considerado um dos livros de 2011 em Portugal pelo jornal Público e pelas revistas LER e Time Out. E, depois, E a noite roda, romance de estreia de Alexandra Lucas Coelho», pode ler-se no jornal O Globo, que cita na notícia os Prémios de Edição LER/Booktailors.

Alfabeto

Nome de um «novo projecto editorial independente» criado por Carlos Barbosa, editor e proprietário da Estrofes & Versos. «Prometo traduções e literatura de qualidade. Prometo conteúdos interessantes e muito, muito trabalho», diz Carlos Barbosa. Como manifesto editorial, é intocável. Primeiros lançamentos aqui.

Sofia Ramos deixa Actual

Editora e fundadora da Actual Editora, Sofia Ramos deixa agora o seu cargo no Grupo Almedina. «Os motivos prendem-se com uma reestruturação que irá acontecer nesta editora, que passou a fazer parte do Grupo Almedina em Agosto de 2008», lê-se no comunicado.