Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LER

Livros. Notícias. Rumores. Apontamentos.

O Irão não vai a Frankfurt, tem medo de Rushdie.

O Irão não terá pavilhão e apelou aos outros países muçulmanos para o acompanharem no boicote à Feira de Frankfurt deste ano; motivo: a presença de Salman Rushdie como orador da sessão de abertura, a realizar hoje à tarde. Apresar deste boicote oficial, há 10 editores iranianos que vão desafiar a decisão governamental – e estarão nos seus espaços habituais. Recorde-se que a edição da feira deste ano é dedicada à Indonésia, o maior país muçulmano do mundo. Falta de pontaria, Teerão.