Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LER

Livros. Notícias. Rumores. Apontamentos.

Bértolo, de Espanha

  

 

Bértolo e alguns livros da Caballo de Troya

 

Constantino Bértolo é o editor da Caballo de Troya, um selo da Penguin Random House de Espanha; no ABC, uma mini-entrevista deliciosa; algumas das ironias de um editor que, aos 67 anos, em vésperas de retirar-se, se permite tocar em alguns tabus:

 

• «Os prémios literários são uma das formas de corrupção más claras deste país. Surpreende que os autores que têm participado nessa correria dos prémios desatem a rasgar as vestes falando da corrupção dos outros; eu não os desculpo, mas entendo que é difícil levar a cabo a carreira de escritor de uma maneira digna, incluindo no aspecto económico, sem entrar nesse jogo.»

• «A crítica adaptou-se ao papel de mero acompanhante do marketing editorial; é como uma publicidade que procura um certo crédito e que difícilmente o encontra.»

• «Pertenço a uma época em que os editores liam; hoje, um editor que lê é um editor fracassado; se para publicar um livro é preciso lê-lo antes, mau sinal...»