Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LER

Livros. Notícias. Rumores. Apontamentos.

Nobel da Literatura para Herta Müller (actual.)

A Academia sueca distinguiu a escritora alemã de origem romena Herta Müller, 56 anos. Apenas dois dos seus livros estão traduzidos em Portugal: O homem é um grande faisão sobre a terra (Cotovia, 1993) e A terra das ameixas verdes (Difel, 1999). Desenvolvimentos no Guardian, New York Times, Le Monde, The Times, El País (com um dos trabalhos mais completos sobre a autora).

 

Herta Müller recorda o regime de Ceausescu: «The fact that I was now considered a spy because I had refused to become one was worse than the attempt at recruitment and the death threat. That I was libelled by precisely those whom I protected by refusing to spy on them. Even death threats you get used to. They are part and parcel of this one life one has. But the libelling robbed one of one's soul.» Artigo completo no Guardian

 

«É uma escritora com uma enorme sensibilidade à língua e ao tratamento literário da língua. Isso não me espanta porque é muito comum em autores como ela, que vivem entre as línguas e que se decidem por uma», afirmou o tradutor e ensaísta João Barrento à TSF. «A escrita dela consegue trazer problemas políticos sem ser através de uma literatura de intervenção.»

 

«Não é um texto fluente, como por exemplo o do LeClézio, que ganhou o ano passado. É uma obra obsessiva, atormentada. Através da aglutinação de palavras, cria conceitos novos, que dão grande pertinência e profundidade ao texto, dificilmente traduzíveis para português.» Isabel Gil, especialista em Literatura Alemã da Universidade Católica.

  

Disponível aqui o conto A Canção de Marchar, tradução publicada na antologia Escombros e Caprichos: O Melhor do Conto Alemão no Século 20 (L&PM, 2004).

 

Fragmentos da tradução inglesa do livro de estreia, Niederungen, 1982. (Via Bibliotecário de Babel)

 

A 12ª mulher a receber o Nobel da Literatura. Outras listas aqui.

 

«Los ojos de Herta Müller», por Robert Saladrigas.

 

Excertos de alguns dos seus livros traduzidos (New York Times).

 

«A Prize That Shies From Predictability», por Dwight Garner.

 

Comentário de Pierre Assouline: «Décidément, le comité Nobel de l’Académie suédoise n’a pas fait beaucoup de progrès dans la rédaction de ses communiqués

 

Rogério Casanova: «A minha opinião genérica sobre a atribuição do Nobel a Herta Müller é, segundo me informaram, extremamente positiva.»

Comentar:

De
(moderado)
Este Blog tem comentários moderados
(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres
Inserir emoticons