Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LER

Livros. Notícias. Rumores. Apontamentos.

Vamos sair daqui?

 

 

Os primeiros cinco exemplares da T-shirt da LER serão oferecidos no próximo domingo, último dia da Feira do Livro de Lisboa. Para tal, os candidatos terão de encontrar, a partir das 17h30, no espaço Porto Editora, as duas únicas pessoas que estarão com esta T-shirt vestida (uma delas será a autora da frase impressa, vencedora do passatempo lançado pelo nosso provedor). Não só: terão de aparecer com a edição de maio da LER e levar a resposta certa a esta pergunta: em que texto publicado na revista que está agora nas bancas aparece a referência a Eugénio d'Ors? Superada a prova, os cinco primeiros leitores terão direito a uma T-shirt exclusiva da LER.

Volta a Portugal 15/25

 

A LER continua a divulgar a iniciativa 15/25 pelas escolas de todo o país. A 9 de abril, João Pombeiro e José Mário Silva passaram a manhã a falar com dezenas de alunos da Escola Secundária de Mira d'Aire, que desde o início (através do seu professor Jorge Camponês) se mostrou muito empenhada em receber esta Volta a Portugal. Na verdade, continuamos a receber convites para visitar escolas e bibliotecas (convites que devem ser enviados para ler@circuloleitores.pt) e prometemos corresponder a cada um.

Capa explicada por quem a fez

Uma capa ilustrada para um periódico é algo que deixou de ser usual. Raridade por raridade, e a par disso, publicações como a LER também não as há por aí. Posto assim, entre o convite que me chegou e a decisão que respondi não se passou mais tempo que o necessário para visualizar, em traços largos, uma figura saltitante e de rosto vermelho tocando com mais afinco do que talento um bombo e uma tuba ao mesmo tempo, no meu coreto mental. A este instante em estado de glória sucedeu-se a apreensão que a responsabilidade encomenda. Uma capa não é uma página de BD e uma lista de títulos não é uma arquitetura narrativa.

Discutido o conceito com o diretor João Pombeiro e Sara Figueiredo Costa, fiz um esboço, que, entre os três, se moldou e discutiu até uma versão final. A partir do mesmo, abri numa folha branca, maior do que o tamanho impresso da revista, os traços gerais da imagem (uma regra de contração que nem sempre sigo e, por vezes, inverto). Em apoio do desenho, dei alguma atenção a fotos de Enrique Vila-Matas e Antonio Tabucchi e declarei um ou outro suspiro mais delongado a Lispector, invariavelmente elegante em toda e cada foto, talento gémeo, por oposição, ao meu. Entretanto, inscrever-me na Tradição do Lápis Azul comporta o risco de me ver associado a tempos menos entusiasmantes da liberdade de expressão nacional. Na realidade, o lápis azul é um honesto pedaço de ilusionismo gráfico que tem sobrevivido a sucessivas vagas tecnológicas. Uma vez passada uma linha de tinta da china sobre o desenho azul, os traços a lápis são facilmente ignoráveis por vários métodos de reprodução, da litografia aos atuais scanners, isolando assim apenas a arte-final negra, sem o ruído de todos os traços não-eleitos. Uma espécie de iminência parda do espectro a nós visível. Uma vez feitos os scans a preto e branco do desenho e da caligrafia, igualmente feita em tinta da china sobre papel, os ficheiros foram importados para o Photoshop onde os colori unicamente com cores planas. Aliás, feitas as contas e salvo o uso excessivo de borracha, todo o processo é bastante minimal, lápis azul sem PIDE, tinta da china sem régua e Photoshop sem efeitos. Espero que gostem.

 

João Lemos, autor da capa de maio da LER.

Almoço com os leitores da LER (últimos dias para as inscrições)

Faltam poucos dias. A 19 de maio, regressamos à cozinha de Ljubomir Stanisic, em Lisboa (restaurante Nacional 100 Maneiras, Rua de São Bento, 209) com a promessa de anunciar uma grande novidade sobre a LER, entre outras surpresas. José Eduardo Agualusa, Inês Pedrosa, Eduardo Pitta, Onésimo Teotónio Almeida, Pedro Mexia e Francisco Belard já confirmaram a presença. O preço mantém-se desde o almoço de Guimarães: 25 euros. Os interessados devem ligar para Maria José Pereira (217626115) ou enviar um e-mail para ler@circuloleitores.pt. Inscrições até 15 de maio.

 

Pág. 2/2