Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LER

Livros. Notícias. Rumores. Apontamentos.

Conto público

«Dois lutadores de sumo. Treinaram vinte anos. O seu peso enorme, os rostos ameaçadoramente contidos. Imóveis, os dois corpos. Prontos para a acção.» Há um ano, Gonçalo M. Tavares começava assim um «conto público». O resultado final pode ser lido aqui.

Mensagem do Provedor

Porque esta é uma revista dedicada à nobre arte de ler (e assim) e porque o Provedor acredita que estamos aqui para fazer alguma coisa pelo mundo (e isso), divulga-se aqui a campanha «Embaixadores de Leitura» que chegou à Provedoria por estes dias vinda de uma associação chamada AIDGLOBAL, com área de actuação em Moçambique – e que poderá servir de exemplos a tantas outras campanhas a realizar onde se achar necessário. Depois de ter equipado várias bibliotecas e infotecas municipais, a associação promove agora um projecto de criação de uma rede de bibliotecas escolares no Distrito do Chibuto, equipando-as com material bibliográfico de língua portuguesa, privilegiando autores moçambicanos e africanos. Quem – de entre empresas e particulares – quiser ser o padrinho de uma destas bibliotecas que se chegue à frente contactando as gentes da associação. Terá direito a uma plaquinha com o nome à porta. Sem fotografia, claro, se for o caso do Provedor.

 

Um dos textos na próxima secção «Provedor do Leitor», de Nuno Costa Santos.

Tudo ainda a zero

Até agora, nenhum leitor ainda conseguiu responder acertadamente a todas as perguntas do quizz publicado na LER nº100. Aceitam-se mais tentativas. Há bons prémios à espera do vencedor.

Festival Literário do Funchal

Começa no dia 1 de Abril, e não é mentira. A 1º edição do Festival Literário do Funchal junta na capital madeirense, durante três dias, Afonso Cruz, Antonio Scurati, David Machado, Eduardo Pitta, Graça Alves, Inês Pedrosa, Isabela Figueiredo, José Mário Silva, Mário Zambujal, Miguel Vale de Almeida, Patrícia Portela, Pedro Vieira, Raquel Ochoa, Rui Zink, Sandro William Junqueira, Viale Moutinho, Violante Saramago e Valter Hugo Mãe. Programa completo aqui

Regulamento da 7ª edição do Prémio Literário José Saramago


1.O Prémio Literário José Saramago, instituído pela Fundação Círculo de Leitores com periodicidade bienal, celebra a atribuição do Prémio Nobel da Literatura de 1998 ao escritor José Saramago, destina-se a promover a divulgação da cultura e do património literário em língua portuguesa, através do estímulo à criação e dedicação à escrita por jovens autores da lusofonia.

 

2.O Prémio distingue uma obra literária no domínio da ficção, romance ou novela, escrita em língua portuguesa, por escritor com idade não superior a 35 anos, cuja primeira edição tenha sido publicada em qualquer país da lusofonia, excluindo as obras póstumas, bem como os autores que tenham já sido premiados em edições anteriores do Prémio.

Nesta sétima edição, o Prémio contemplará uma obra publicada em 2009 ou 2010 por escritor que à data da publicação da obra (mês e ano incluídos na ficha técnica do livro), não tenha excedido a idade limite mencionada no corpo deste artigo.

 

3.O valor pecuniário do prémio a atribuir é de € 25.000,00.

 

4.As Obras admitidas a concurso terão que ser apresentadas à Fundação Círculo de Leitores pelas Instituições representativas dos Escritores e/ou dos Editores dos países respectivos até 30 de Abril de 2011, devendo para o efeito ser remetidos dez exemplares de cada obra concorrente, para a seguinte morada: Rua Professor Jorge da Silva Horta n.º 1, 1500-499 Lisboa.

 

5.A Fundação Círculo de Leitores procederá à divulgação do Concurso através dos meios de comunicação social, bem como através das Associações representativas dos Escritores e dos Editores de todos os países da lusofonia.

 

6.O Prémio será atribuído por um Júri composto por um mínimo de cinco e um máximo de dez personalidades de reconhecido mérito no âmbito cultural, cabendo a Presidência ao representante da Fundação Círculo de Leitores.

 

 § 1º Composição do Júri:

 Guilhermina Gomes - Presidente

 Nelida Piñon

 Ana Paula Tavares

 Pilar del Rio

 Vasco Graça Moura

 

 § 2º O Presidente do Júri designará um Comité Executivo, que integra o Júri, constituído por três membros, Manuel Frias Martins, Maria de Santa Cruz e Nazaré Gomes dos Santos, a quem compete:

a)Verificar a regularidade formal das candidaturas recebidas;

b)Efectuar uma primeira leitura e um resumo de cada uma das obras concorrentes;

c)Emitir um comentário sobre cada uma das obras admitidas a concurso;

 

7.O Júri delibera com total independência e liberdade de critério, por maioria dos votos dos seus membros, cabendo ao Presidente o voto de qualidade em caso de empate. O Prémio poderá não ser atribuído, caso o Júri considere, por maioria, que as Obras apresentadas a concurso não têm a qualidade exigida. Haverá um único premiado.

As decisões do Júri são irrecorríveis.

 

8.O Prémio será atribuído em Outubro de 2011 e a sua divulgação será efectuada através dos Órgãos de Comunicação Social. A entrega do Prémio ao Autor galardoado será efectuada em cerimónia pública, em data a fixar.

 

9.As Edições subsequentes da obra galardoada deverão referenciar, em local devidamente destacado do volume e na cinta, a menção “Prémio Literário José Saramago - Fundação Círculo de Leitores”. 

 

10.Os exemplares enviados não serão devolvidos.