Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LER

Livros. Notícias. Rumores. Apontamentos.

Hoje nas bancas!

 

ANTÓNIO DAMÁSIO OS CIENTISTAS DEVIAM SER TAMBÉM PENSADORES

Com O Livro da Consciência (Círculo de Leitores/Temas e Debates), o mais conceituado neurocientista português vem mais uma vez desassossegar as nossas percepções sobre aquilo que faz de nós, humanos, por vezes demasiado humanos. António Damásio confessa ainda as suas tentações literárias e admite que um dia poderá publicar os textos que guarda na gaveta.

 

O CÉREBRO LITERÁRIO A SÍNTESE POSSÍVEL

Habituado ao consultório literário, Rogério Casanova avança para a explicação de um dos maiores mistérios humanos: o processo criativo. «O cérebro flutua num charco de fluido cefalorraquidiano, também conhecido como “álcool”. Este fluido é produzido pelos plexos coróideos, e flui pelo cérebro dentro dos “ventrículos de Hemingway”, guiados por um forte sentido de desmasculinização e contingência cultural.»

 

TONY JUDT CRISE COM HISTÓRIA

Poucas semanas antes de morrer, o historiador britânico publicou Um Tratado sobre os Nossos Actuais Descontentamentos, que as Edições 70 lançam agora em Portugal. «Nesta altura já deveríamos ter aprendido que a política continua nacional, mesmo que a economia não: a História do século XX oferece provas abundantes de que, mesmo nas democracias saudáveis, as más escolhas políticas costumam triunfar sobre cálculos económicos “racionais”.»

 

LEITORES DIGITAIS EM OITO PROPOSTAS

Não têm cheiro, mas gigas de memória. Não precisam de prateleiras – em poucos centímetros guardam centenas de ebooks. Não suportam folhas de papel, nem lombadas, mas sim «formatos», como o PDF ou o RTF. E custam entre 135 e 350 euros.

 

JOHN IRVING SEXUALIDADE COMO PROTESTO

Aos 68 anos, e com 12 romances publicados, o ex-lutador de wrestling, vencedor do National Book Award há três décadas e o autor do recente e ambicioso A Última Noite em Twisted River (Civilização) mostrou em Lisboa que continua combativo. «Escrevo sobre sexo porque gostava que a América crescesse.»

 

Pode comprar o seu exemplar aqui ou fazer uma assinatura anual.

Pág. 7/7